13 de setembro de 2013

Carta de apoio a Guilherme Takeda

A Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc), tomou conhecimento da grave agressão sofrida pelo colega médico veterinário, Guilherme Zaha Takeda, no pleno exercício de sua atividade profissional, na área de inspeção de produtos de origem animal, na cidade São José do Cedro/SC, em 6 de setembro de 2013, por parte de funcionários e proprietários do frigorífico Malvessi, ao interditar o estabelecimento por este estar infringindo flagrantemente a legislação que rege a biossegurança alimentar.

A Somevesc repudia tal agressão física e psicológica ao nosso colega, aguardando que sejam tomadas as providências legais da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), das autoridades policiais, do Ministério Público e do Poder Judiciário para penalizar os agressores e coibir que novos fatos lamentáveis desta natureza se repitam.

Vale ressaltar a fundamental importância dos médicos veterinários que atuam em nosso estado na área de vigilância sanitária contribuindo sobremaneira para preservação da saúde da população.

Cordialmente,

Jorge Luiz Ramella
Presidente

 

1 Comentário

Marta Olivi

20 de setembro de 2013 at 9:24

Parabenizo a Somevesc pela carta de apoio e declaro minhasesperanças de que o Frigorífico Malvessi seja punido judicialmente pelo ato, punição que infelizmente não tirará a dor do médico veterinário, Guilherme Zaha Takeda

Deixar um Comentário

     


Nota: A moderação de comentários pode estar ativa, então não há necessidade de re-enviar o seu comentário.