29 de agosto de 2018

Presidente da Somevesc visita Simpósio Brasil Sul de Suinocultura em Chapecó

 

Evento ocorreu entre 21 a 23 de agosto e foi promovido pelo NucleoVet.

 

IMG_1871IMG_1853

A décima primeira edição do Simpósio Brasil Sul de Suinocultura reuniu cerca de 1.500 participantes de toda a América Latina, na cidade de Chapecó. Entre as  principais atividades estiveram fóruns de discussão da suinocultura, com temas polêmicos e inovadores sobre o futuro do setor. O evento, realizado pelo NucleoVet ocorreu nos dias 21, 22 e 23 de agosto, no Centro de Cultura e Eventos Plinio Arlindo De Nês.

 

Neste ano a discussão focou principalmente no gerenciamento da produção de leitões retratando uma realidade produtiva de mais de 30 leitões desmamados/fêmea/ano, qualidade do ar e enfermidades emergentes como PRRS e PED.

 

O presidente da Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (SOMEVESC), Jorge Luiz Ramella esteve presente na abertura do evento e destacou que, além da organização e maciça participação dos profissionais merece enaltecer a discussão da evolução e desafios do setor. “Discussões desde as inovações tecnológicas do setor até problemas sanitários e barreiras comerciais foram apontados. Uma ação de extrema importância desenvolvida pelo Núcleo demonstrou a preocupação com educação continuada e o aprimoramento técnico profissional, fazendo com que o Simpósio Brasil Sul seja referência técnica e ponto de encontro dos profissionais do setor”.

 

Ainda entre os temas abordados durante a programação, destaca-se o Painel de Reprodução, Genética e Ambiência, somado a palestra de abertura, patrocinada pela – Evonik, empresa multinacional com sede na Alemanha, sobre  “A Conjuntura Política e suas Implicações para a Economia”, com Gerson Camarotti, comentarista político da Globo News e repórter especial de política do Jornal das Dez.

 

Também ocorreu um Painel sobre Nutrição e Manejo de Leitões, com palestras sobre Idade do desmame dos leitões e outro painel que abordou o tema “Bem estar animal nas Agroindústrias”.

Por fim, painéis sobre Sanidade e Gestão da produção de suínos com a discussão de pontos críticos na utilização de vacinas, abordando os principais erros e como melhorar, além, do debate sobre gestão de pessoas com foco em biosseguridade, que fecharam o evento.

 

Deixar um Comentário

     


Nota: A moderação de comentários pode estar ativa, então não há necessidade de re-enviar o seu comentário.