24 de fevereiro de 2014

Frango sem hormônio é regra

A União Brasileira de Avicultura (Ubabef) divulgou no dia 18 nota esclarecendo que toda carne de frango produzida no Brasil dentro do Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura é produzida sem uso de hormônios e de conservantes.

A Ubabef reitera na nota que “tanto o uso de hormônios na produção de carne de frango, quanto aditivos como conservantes, são proibidos por legislações do próprio ministério [da Agricultura]”. A entidade divulga a nota um dia após o Programa do Faustão, da Rede Globo, ter feito publicidade sobre o frango produzido pela BRF, informando que o produto não tem hormônio.

A BRF tem feito uma agressiva publicidade em jornais e na televisão ressaltando a não utilização de hormônio. Segundo a Ubabef, o uso de hormônios na criação de frangos é vedada pela Instrução Normativa 17, de junho de 2004. No início deste mês, o Ministério da Agricultura autorizou o uso da informação sobre o não uso de hormônios no rótulo, numa tentativa de esclarecer o consumidor sobre o mito relativo à utilização do produto.

A partir de agora, as empresas produtoras de carne de frango poderão utilizar a seguinte frase: “Sem uso de hormônio, como estabelece a legislação brasileira”. Sem citar o nome da BRF, a Ubabef diz, na nota, que “a intenção das empresas que estão divulgando o não uso de hormônios e conservantes em rede nacional, por meios publicitários, é esclarecer o mercado sobre esses diferenciais do produto brasileiro (…)”. E acrescenta: “Nesse sentido, o objetivo da Ubabef com esta nota é adicionar a informação de que toda a carne de frango brasileira é produzida sem uso de hormônios e conservantes.”

A informação é do jornal Valor Econômico.

Deixar um Comentário

     


Nota: A moderação de comentários pode estar ativa, então não há necessidade de re-enviar o seu comentário.