História

No início da década de 1960, dezessete pioneiros da área veterinária de Santa Catarina vislumbraram um futuro de grandes realizações e conquistas para a categoria dos médicos veterinários e fundaram, no dia 14 de julho de 1961, a Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc), para congregar social e culturalmente os médicos veterinários e mostrar à sociedade catarinense o valor dessa profissão e dos profissionais que a exercem.

Na ocasião, participaram da Assembleia Geral constitutiva da Somevesc como sócios fundadores os médicos veterinários:

  • Adriano Pires da Silveira;
  • Alberto dos Santos;
  • Belisário Ramos Neto;
  • João Manoel de França;
  • Jorge José de Souza;
  • José de Oliveira Malta;
  • José Quevedo Maia;
  • Léo Carlos da Silveira;
  • Luiz Irapuam Campelo Bessa;
  • Martinho Guizzo Netto;
  • Moahir Thomé de Oliveira;
  • Neri de Souza;
  • Osias Guimarães;
  • Paulo Londero Sperb;
  • Roberto da Gama;
  • Wadih de Albuquerque Araújo; e
  • Walter de Albuquerque Araújo.

Desde então a Somevesc, uma sociedade civil, com estrutura federativa, sem fins lucrativos, formada por profissionais de Medicina Veterinária, tem representado os médicos veterinários perante a sociedade catarinense, suas autoridades e outras entidades, colaborando principalmente na saúde pública e vem cumprindo sua missão de proporcionar o congraçamento da categoria dos Médicos Veterinários, o estreitamento de suas relações, a cooperação profissional, o desenvolvimento técnico, científico, cultural, social, esportivo e econômico.

Para isso, ela estabelece parcerias solidárias com as demais entidades da categoria e com a comunidade em busca de soluções coletivas para problemas locais e globais.

Hoje a Somevesc dispõe de sede própria, localizada no bairro Itacorubi, em Florianópolis. Um prédio cuja locação de espaços permite que a instituição seja totalmente auto-sustentada sem a necessidade de pagamento de mensalidades por parte dos sócios que, com isso, abraça a cada um dos veterinários catarinenses ou acolhidos nessa terra. Modelo que é referência de administração de recursos em todo o país. Um presente para a classe.